×
  • 3 Agosto, 2020

Prestação de Contas Públicas em Época de Pandemia

Apesar de estarmos numa era de desmaterialização do papel, ainda há pessoas e organizações com dificuldade em aderir às novas tecnologias, em particular no setor público, ainda hoje associado à resistência à mudança. Rótulo este que o Estado, através de medidas como o Simplex e a Estratégia TIC 2020, tem vindo nos últimos anos a esforçar-se por mudar com vista a uma efetiva transformação digital da Administração Pública.

Um exemplo das inúmeras dificuldades que a pandemia provocada pelo COVID-19 nos trouxe, foi a prestação de contas das entidades públicas que todos os anos decorre até ao dia 30 de abril.

Este ano, devido ao contexto atípico que vivemos, o prazo foi alargado para o dia 30 de junho, de acordo com o indicado no artigo 4.º da Lei n.º 1-A/2020, de 19 de março.

Na sequência da recomendação do teletrabalho como forma de combater a COVID-19, ainda hoje em muitos serviços públicos existem funcionários que se encontram em teletrabalho, outros que se deslocam aos escritórios por turnos, mas também temos os que já voltaram à sua rotina normal, de presença no local de trabalho.

Na fase de elaboração da Conta de Gerência, em que as entidades públicas se deparam com a necessidade de reportar um ano inteiro contabilístico e a respetiva execução orçamental, não foi fácil para todos fazê-lo nestas novas circunstâncias, com os funcionários a trabalhar a partir das suas residências, cada um nas suas condições: alguns através do seu computador pessoal, outros com frágil acesso à internet e… sem impressora!

Os funcionários públicos sempre trabalharam quase 100% presencialmente, habituados a ter os colegas lado a lado, a analisar os dados em papel, recorrendo à impressora logo ali à mão.

Durante este período de pandemia, houve situações em que devido a problemas de rede e internet o trabalho dessas pessoas tivesse que ser auxiliado por colegas que por eles geravam mapas, ficheiros e tudo o que fosse necessário, para posteriormente lhes enviarem por email, de modo a que pudessem dar cumprimento ao seu trabalho.

Aconteceu também, não poucas vezes, que alguns sentiram a necessidade de imprimir mapas e listagens para realizarem as análises necessárias, tendo alguns inclusivé optado por adquirir uma impressora para o efeito em vez de os analisarem no ecrã, uma vez que não estavam habituados a fazê-lo sem recorrer ao papel!

Juntando a tudo o isto o facto de alguns organismos estarem pela primeira vez este ano a reportar a Conta de Gerência em SNC-AP, as dificuldades foram mais que muitas e claramente acrescidas comparando com os anos anteriores.

O que não mudou em nada nesta fase, foi o apoio dado pela Uniksystem, pois por telefone ou email estivemos, desde o primeiro dia do confinamento, 100% disponíveis e ligados aos nossos clientes sempre que precisaram de nós e com a tecnologia ao seu dispor!

Alguns testemunhos dos nossos clientes durante esta fase:

“Informo que a Conta de Gerência da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores referente a 2019 foi hoje entregue com sucesso ao Tribunal de Contas. Agradeço o vosso empenho e todo o apoio técnico prestado.”

“Informo que o Instituto Politécnico de Viseu e os Serviços de Ação Social têm os trabalhos de encerramento concluídos. Agradeço a disponibilidade demonstrada!”

“Tudo validado com sucesso. Muito obrigada por tudo!” (Serviços de Ação Social do Instituto Politécnico de Santarém)

“Só tenho a agradecer tudo mesmo.Tudo submetido e arrumado. Obrigada.” (Instituto Politécnico de Santarém)

Partilhar: